Homem é preso no Maranhão 20 anos depois de matar esposa na Paraíba - Conecta Paraíba

Últimas Notícias

quinta-feira, 16 de julho de 2020

Homem é preso no Maranhão 20 anos depois de matar esposa na Paraíba

Ação conjunta entre os policiais civis do Maranhão e da Paraíba teve cerca de seis meses de investigação; homem estava escondido em Barra do Corda

Mulher foi morta em 2001 em Campina Grande e criminoso foi preso em 2020 no Maranhão - Foto: Divulgação

Um homem de 61 anos foi preso em Barra do Corda, distante 346 km de São Luís, em uma operação das polícias civis do Maranhão e Paraíba por conta de um homicídio Distrito dos Mecânicos, em Campina Grande, em 2001, que teve como vítima uma policial militar. A ação policial foi realizada nesta quarta-feira (15).


O homem de iniciais J.F.C.F localizado no interior do Maranhão, pelas informações policiais, estava foragido há cerca de 20 anos. Segundo a polícia paraibana, ele fugiu depois de matar a própria esposa, que era soldado da Polícia Militar da Paraíba. As informações dão conta de que a mulher que tinha 42 anos foi morta após ser atingida a golpes de enxada.


A investigação da Polícia Civil da Paraíba concluiu que o motivo do crime foi a separação do casal, que não foi aceita pelo homem.


A ação policial foi batizada de "Operação Profugus". A complexidade da operação foi grande por conta da dificuldade em rastrear o acusado.


Segundo informações dos investigadores da Paraíba, o criminoso não usava mais os documentos originais e mudava de endereço com frequência.


Para confirmar que autor do homicídio estava escondido em uma vila de pescadores em Barra do Corda, a investigação em conjunto durou cerca de seis meses.


Participaram da operação a Delegacia de Repressão a Entorpecentes de Campina Grande, Delegacia de Homicídios de Campina Grande, Núcleo de Inteligência (Unintelpol) da 2ªSRPC, o Departamento de Feminicídio do Maranhão e 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda.


G1 Maranhão - São Luís, MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas