Apenas 48% ficou em isolamento no fim de semana na capital - Conecta Paraíba

Últimas Notícias

segunda-feira, 20 de abril de 2020

Apenas 48% ficou em isolamento no fim de semana na capital

Antes com o maior número de pessoas fora de casa, bairro de Paratibe atinge marca de 74,8% de distanciamento social
Cidade ainda está longe do percentual desejado - Foto: Divulgação
O monitoramento inteligente de circulação de pessoas apontou que o isolamento social em João Pessoa foi de 48,3% durante o fim de semana. O número é superior ao registrado na última quinta-feira (16), quando foi aferido o percentual de 47%. João Pessoa tem 149 casos confirmados de Covid-19 e 17 óbitos. O contador de casos da plataforma de vigilância epidemiológica de João Pessoa aponta que 40 bairros já registraram ao menos um caso do novo coronavírus. O número equivale a 62,5% da Capital paraibana.

Antes com o pior indicador, o bairro de Paratibe surpreendeu. Alvo de uma ação educativa do poder público para conter aglomerações, a região obteve o melhor desempenho, ao lado do Portal do Sol, com 74,8% das pessoas permanecendo em casa. O número é superior ao recomendado pelas autoridades sanitárias, que é de 70%. Os bairros de Mumbaba, Jardim Veneza e Bairro das Indústrias também obtiveram números positivos durante o fim de semana, alcançando a marca de 60,8% de isolamento social.

“Os indicadores dão maior assertividade a campanha de prevenção, como mostra o exemplo do bairro de Paratibe. Sabemos que também existe uma mudança natural de hábito durante os finais de semana, mas os primeiros resultados apontam para uma melhoria significativa em determinadas regiões”, diz a secretária de Planejamento, Daniella Bandeira.

Os bairros de Mangabeira e de Barra de Gramame registraram os números mais baixos de distanciamento social, entre 34,2% e 35,3%, respectivamente.

Tecnologia
De acordo com a secretária, o índice de isolamento social é calculado em parceria com a startup InLoco, que produz uma avaliação sobre o tema com o objetivo de reduzir os efeitos da Covid-19 e nortear políticas públicas.

“Não existe qualquer acesso ao nome ou qualquer informação que identifique as pessoas. A Prefeitura só recebe o dado de possíveis pontos de aglomeração, sem que haja invasão de privacidade. A tecnologia é utilizada a serviço de um bem maior, que é salvar vidas”, explicou.

A secretária lembra ainda que o isolamento social é a forma mais eficaz de combater a disseminação do novo coronavírus. “Quem fica em casa, se protege e ajuda a proteger outras pessoas. O momento exige serenidade e equilíbrio para a cidade vencer este grande desafio. Precisamos contar com o esforço de todos”, reforça Daniella Bandeira.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas