Livro de capoeirista paraibano sobre 'Mestre Bimba' será lançado no Carnaval - Conecta Paraíba

Últimas Notícias

domingo, 26 de janeiro de 2020

Livro de capoeirista paraibano sobre 'Mestre Bimba' será lançado no Carnaval

A obra oferece uma visão ampla sobre Manoel dos Reis Machado, o Mestre Bimba, capoeirista do século passado cuja influência continua visível em milhares de pessoas praticando capoeira hoje em dia
A obra da Arribaçã Editora será lançada na Associação de Capoeira Mestre Bimba (Rua das Laranjeiras, Pelourinho) às 18 horas.​(Foto: reprodução)
“Mestre Bimba: O sonho de Salomão”, de João Paulo de Araújo (João Pitoco), terá lançamento nacional em Salvador (Bahia) no próximo dia 11 de fevereiro. A obra oferece uma visão ampla sobre Manoel dos Reis Machado, o Mestre Bimba, capoeirista do século passado cuja influência continua visível em milhares de pessoas praticando capoeira hoje em dia.  A obra da Arribaçã Editora será lançada na Associação de Capoeira Mestre Bimba (Rua das Laranjeiras, Pelourinho) às 18 horas.

O livro aborda diversos casos e feitos do Mestre Bimba perante a vida dele utilizando uma grande quantidade de fontes, seja arquivos, depoimentos e obras dos próprios discípulos dele ou outras fontes das imprensas nacionais e internacionais (alguns inéditos!). Mestre Bimba foi um mestre de capoeira bastante gravado e fotografado, também por diversos estrangeiros passando pelo Brasil, que ficaram fascinados pelo seu empenho, carisma e capacidade.

Segundo o contramestre Rouxinol, no prefácio, o livro “oferece uma viagem cronológica através de dezenas de fontes mostrando Mestre Bimba e os seus alunos criando história e serve como uma valiosa adição no panteão de conhecimento sobre a capoeiragem”.

Com selo da Arribaçã Editora, a obra, com 526 páginas, tem prefácio do Contramestre Rouxinol (Jeroen Verheul), capa de Leonardo Guedes, programação visual de Fábio Oliveira e impressão da gráfica Ideal.

João Paulo de Araújo Pereira (João Pitoco) nasceu no dia 31 de dezembro de 1984 em João Pessoa (PB). Seu primeiro contato com capoeira foi na infância, no bairro de Mangabeira onde passava os finais de semana e as férias com o pai. Via as rodas da Escola de Capoeira Afro- nagô nas praças, e depois ia brincar de capoeira com os amigos. A primeira vez que teve aula propriamente dita foi em sua escola IPEI, onde era bolsista. Depois de ficar um pouco mais velho, começou a treinar com o Mestre Guiné (Marcelo Sousa). Logo em seguida, passa a treinar diretamente com o Mestre Zunga, por volta do ano 2002, onde permaneceu até 2018. Também aprendeu muito com o atualmente Mestre Maromba, e seu amigo Lucinaldo Lampião (in memoriam), ambos do Afro-nagô. Sua primeira graduação foi em 2005, e em 2015 foi consagrado professor de Capoeira pelo Mestre Zunga.

ClickPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas