Hospitais perdem selo e deixam de receber recursos federais - Conecta Paraíba

Últimas Notícias

quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Hospitais perdem selo e deixam de receber recursos federais

Unidades foram desabilitadas da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), promovida por parceria entre Unicef, OMS e Ministério da Saúde
Sucesso do aleitamento materno é um dos objetivos da iniciativa (Foto: Imagem ilustrativa | Marcos Santos/USP Imagens)
Hospitais da Paraíba foram desabilitados da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), promovida por parceria entre Fundo das Nações Unidas (Unicef), Organização Mundial de Saúde (OMS) e Ministério da Saúde. A decisão foi publicada nessa quarta-feira (15), no Diário Oficial da União.

Perderam o selo IHAC o Hospital Distrital Deputado Manoel Gonçalves de Abrantes, em Sousa; o Hospital e Maternidade Nossa Senhora do Carmo, em Lastro; a Unidade Mista de Saúde João Moisés de Sousa, em Nova Olinda; e a Casa de Saúde e Maternidade Nossa Senhora da Luz, em Guarabira.

Segundo o Governo Federal, a Iniciativa Hospital Amigo da Criança existe em 131 países e estimula práticas de atendimento humanizado às mães e bebês, além do incentivo ao parto normal. Trata-se de um selo de qualidade conferido pelo Ministério da Saúde aos hospitais, que devem respeitar critérios, como os 10 passos para o sucesso do aleitamento materno; cumprimento da Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para lactantes e crianças de primeira infância, bicos, chupetas e mamadeiras; além do cuidado respeitoso e humanizado à mulher durante o pré-parto, parto e o pós-parto; garantir livre acesso à mãe e ao pai na unidade de saúde e a permanência deles junto ao recém-nascido internado, durante 24 horas.

O que dizem os hospitais da Paraíba
Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde, responsável pelo hospital de Sousa, explicou que em 2011 os serviços de obstetrícia e pediatria foram transferidos para o Hospital Infantil Doutor Antônio de Pádua Gadelha, tornando o Hospital Deputado Manoel Gonçalves de Abrantes passível de desabilitação na iniciativa. Embora a prestação do serviço tenha sido retomada pela unidade em dezembro de 2016, a desabilitação era de conhecimento e esperada pela Secretaria da Saúde. Um novo processo de inscrição na Iniciativa Hospital Amigo da Criança já sendo executado.

“A Secretaria de Estado da Saúde esclarece que em articulação com o referido serviço já iniciou o processo para a nova reabilitação, com agenda de visita técnica de avaliadores da SES que fazem parte da iniciativa programada para fevereiro do corrente ano e, posteriormente, receberá a visita dos técnicos avaliadores indicados pelo Ministério da Saúde para consolidação do processo com todas as documentações necessárias”, comunicou.

O secretário da Saúde de Guarabira, Wellington Oliveira, explicou que a Casa de Saúde e Maternidade Nossa Senhora da Luz encerrou as atividades desde 2012. O hospital era privado, mas também atendia pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “A demora nos processos do Ministério da Saúde é tanta que só realizaram o descredenciamento agora, oito anos depois”, apontou.

Portal Correio não conseguiu contato com as prefeituras de Lastro e Nova Olinda. O Ministério da Saúde foi procurado para informar o motivo das desabilitações, mas até o fechamento desta matéria não havia respondido à solicitação.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas