Estudantes da rede municipal lançam livros em noite de autógrafos - Conecta Paraíba

Últimas Notícias

sábado, 14 de dezembro de 2019

Estudantes da rede municipal lançam livros em noite de autógrafos

Todos os exemplares foram escritos pelos estudantes com o auxílio dos professores e contam histórias cotidianas dos alunos
Gabriel Tavares, de 10 anos, narrou em livro a própria história enquanto cadeirante quando passeia com a mãe (Foto: Divulgação/Codecom-CG)
Estudantes da Escola Municipal Padre Antonino, em Campina Grande, lançaram livros escritos por eles, na noite dessa sexta-feira (13), na quadra esportiva da escola, localizada no bairro de Bodocongó. A solenidade intitulada ‘Noite de Autógrafos’ trouxe histórias de contadas pelas crianças em 123 livros.

Todos os exemplares foram escritos pelos estudantes com o auxílio dos professores e contam histórias cotidianas dos alunos; releituras de relevantes obras literárias, inclusão, família e ecologia.

Um dos livros intitulado ‘Caminhada Familiar’ foi escrito pelo estudante Gabriel Tavares, de 10 anos, que narrou a própria história enquanto cadeirante durante os passeios que realiza com a mãe. “Eu contei no livro como eu me sinto feliz quando saio para passear com minha mãe”, disse o estudante que é atendido pela Política de Educação Especial do Município.

Além dos textos, os exemplares também contam com ilustrações também produzidas pelos estudantes. Como é o caso dos desenhos que representam uma série de apresentações em um circo, no livro escrito pela estudante Beatriz Santana, nove anos, intitulado ‘Uma Noite no Circo’, que narra a ida da menina ao circo com a família.

Emocionada, a mãe da estudante, Alessandra Santana, revelou a importância da iniciativa para a melhoria na qualidade da educação pública municipal. “Tudo isso só foi possível porque a escola acreditou nas nossas crianças e buscou essa realização. Por isso os meus parabéns a esses profissionais comprometidos com a educação pública”, destacou.

Conforme a gestora da escola, Adriana Sá, a ideia de transformar os estudantes em escritores mirins promoveu o gosto pela leitura na escola. “São alunos de cinco a 10 anos de idade que já têm livros escritos e, sem dúvidas, é um dia que vai ficar marcado para o resto da vida não só dos nossos alunos, como também da família e da escola” disse.

A gestora acrescentou que a ação aconteceu após a adesão da escola ao projeto Estante Mágica, que incentiva estudantes de todo o Brasil a escreverem seus próprios livros. Os livros também estão disponíveis no site da Estante Mágica, através do endereço www.estantemagica.com.br.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas