Estado tem a 3ª maior concentração de renda do país, de acordo com o IBGE - Conecta Paraíba

Últimas Notícias

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Estado tem a 3ª maior concentração de renda do país, de acordo com o IBGE

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) relacionou o rendimento das famílias do estado
Paraíba é o terceiro estado mais desigual do país, de acordo com o IBGE - Foto: Tuno Vieira/Arquivo
O estado da Paraíba é o terceiro mais desigual do país, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistíca (IBGE), divulgada nesta terça-feira (16).

De acordo com a pesquisa, a concentração de renda dos paraibanos em 2018 chegou a de 0,546 per capta, enquanto a média nacional foi de 0,509. O cálculo é feito através do Índice de Gini, onde os resultados variam entre 0 e 1, em que 0 corresponde à completa igualdade e 1 à total desigualdade.

O rendimento médio mensal dos paraibanos, incluindo todos os trabalhos e fontes de renda como aposentadoria, pensão, arrendamento e mesada, foi de R$ 1.475, uma baixa de 3,8% em relação ao resultado de 2018. A média nacional foi de R$ 2,166.

O rendimento médio mensal dos paraibanos, incluindo todos os trabalhos e fontes de renda como aposentadoria, pensão, arrendamento e mesada, foi de R$ 1.475, uma baixa de 3,8% em relação ao resultado de 2018.

Em relação ao rendimento por gênero, a pesquisa constatou que enquanto as mulheres possuem o rendimento médio de R$ 1.449, os homens recebem R$ 1.643.

A pesquisa também abrangeu os rendimentos dos participantes do Bolsa Família. A Paraíba foi o quarto estado do país com mais domicílios beneficiados pelo programa, em 2018, apresentando um total de 29,9% famílias. As residências que participam do programa apresentaram uma renda mensal per capta de R$ 313, enquanto as residências sem beneficiários possuíram uma renda de R$ 1.208.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas