Andarilho é encontrado em Patos desejando voltar a pé para casa em Pirpirituba - Conecta Paraíba

Últimas Notícias

domingo, 22 de setembro de 2019

Andarilho é encontrado em Patos desejando voltar a pé para casa em Pirpirituba

Ele garante que chegou a Patos apenas andando, já que ninguém tem coragem de lhe oferecer carona
Andarilho (Foto: Reprodução)
O andarilho Braziliano Barbosa Neto, 58 anos, foi encontrado na cidade de Patos após, no final da tarde da última sexta-feira (20), alojar-se na frente da Unidade de Pronto Atendimento (UPA Otávio Pires de Lacerda), bairro Liberdade. De acordo com funcionários da UPA, ele chegou lá e não saiu mais.

Nossa reportagem foi até o local e conversou com ele que afirma ser natural da cidade de Pirpirituba, próximo a Guarabira e de ter vindo andando até Patos do município de Barra de Santana. No entanto, Barra de Santana é um município localizado na Região Metropolitana de Campina Grande, estado da Paraíba, a 215 km de Patos.

Ele garante que chegou a Patos apenas andando, já que ninguém tem coragem de lhe oferecer carona. “Só se no carro tiver mulher ou criança é que eles têm coragem de dar carona”, disse ele.

Não demonstrando ser totalmente orientado, o andarilho disse que pretende chegar de volta em casa em apenas um dia, andando, o que seria impossível dada a distância entre Patos e sua suposta terra natal.

Sempre apontando para BR-361, ele disse que seu destino de saída de Patos para casa seria no sentido para o Vale do Piancó. Ocorre que se de fato ele mora Pirpirituba, a saída seria pela BR-230, sentido Campina Grande. Ou seja, sentido oposto.

Perguntado se ele tinha comunicado a algum familiar sobre o seu paradeiro, ele disse que tinha avisado, através de orelhão, a sua irmã de nome Da Luz que moraria em Guarabira.

Seu Braziliano disse que já perdeu os pais e que por conta disso, resolveu andar pelo mundo, sem destino, já que não tinha trabalho e nem condições de dar sustento a suas filhas.

Desde que chegou na sexta-feira, ele não aceitou nenhuma comida oferecida pelos servidores que ainda tentaram fazer com que ele passasse por uma bateria de exames, mas tendo a sua recusa.

“Ele só aceitou uma garrafa de água mineral que nós demos a ele. Nada mais”, disse um funcionário.

O senhor carrega consigo um saco com roupas e apenas uma sandália, demonstrando não tomar banho há algum tempo.

O andarilho, perguntado porque ele recusou todo tipo de ajuda, ele respondeu dizendo que sofria de problemas de epilepsia e que não tomava injeção alguma, apenas comprimidos.

Braziliano disse ainda que pretende voltar para casa, mas a reportagem não confirma se a história contada por ele faz parte da realidade por mostrar às vezes desconecto no pensamento.

Vicente Conserva – Portal 40 Graus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas